quinta-feira, 25 de agosto de 2011

DICA: "Mulher moderna tem cúmplice"


Em ”Mulher Moderna tem Cúmplice”, os personagens se entrelaçam em um único caminho, onde o grande desafio está numa busca incansável de tentar preencher o vazio de suas vidas. Stela, é a soma de muitas mulheres, que procuram em uma outra pessoa, aquilo que está dentro de si mesma. Com isso o destino lhe reserva um caminho perigoso. Gustavo, um homem sagaz, que traz no seu passado, 22 anos de cárcer...e.
Não bastando este revés todo, a autora ainda nos presenteia, com mais um personagem: um psicólogo, que deveria ser o ponto de equilíbrio da história. Mas ao contrário, provoca ainda mais o supense do drama, com sua timidez crônica e patológica. E quem consegue ganhar com tudo isto, é o leitor, que busca em cada página, uma solução para os seus próprios problemas.
Mas a mensagem mais categórica está exatamente no título da obra: Mulher Moderna Tem Cúmplice; mas isso só conseguiremos enxergar na reflexão a que o livro nos remete, sem que percebamos.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Da Flâneur: Só, atras do Ouro

Em Só, Atrás do Ouro, o personagem principal - Artur - viaja para Mirantão, Minas Gerais, numa busca por definições e respostas que nem mesmo ele sabe se existem. O resultado é o encontro dos mesmos personagens que habitam o seu dia a dia, num ambiente menor e que habilita o autor a traçar um perfil curioso e intenso do grupo. Numa prosa sagaz e inteligente, Terêncio desnuda cada indivíduo de forma diferente e permite ao leitor participar deste exercício quando se utiliza de estereótipos da cidade grande.  Principalmente, estimula identificação naqueles que trabalham com cultura ou estão ligados de alguma forma ao universo cultural. Só, Atrás do Ouro acrescenta ao cenário da literatura carioca um romance que lida com emoções e comportamentos contemporâneos narrados de uma forma que se assemelha à velocidade da imagem.

PROCURO

SE ALGUM BOM ESPIRITO quer me dar um presente, que seja este livro: "Le Con d'Irène" de Louis Aragon. Categorizado como literatura erótica, o livro marca o surrealismo dos anos 1920. Para mím, é uma homenagem à vida livre e consciente. Gostaria ter o texto inedito, mais tem tantos livros para eu comprar que não vou haver condições. ENTÃO MEU AMIGO BOM ESPIRITO ... já sabes.

Also looking for:- Henry Miller: Mademoiselle Claude- Anais Nin: A Model (small format Penquin edition)
Ook op zoek naar:- Klinkhamer: Gehoorzaam als een hond

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Poesia Brasileira ... publicado em Portugal.

O poeta Davi Araújo nasceu em São Paulo, no Brasil, em 1979. Estudou História e Jornalismo. Atuou como agente de leitura, operador de atendimento e apresentador de televisão. É redator, tradutor e revisor de textos. Manteve um blogue por cinco anos, cujos poemas editou na sua Ontologia Fonética. Participou em algumas coletâneas e revistas eletrónicas de poesia, escreveu o romance Não Fique São e os poemas em prosa de Ficções Paralelas & Visões Para Lê-las, ainda inéditos, e produz atualmente outra obra em verso. A sua estreia é este Livro Ruído.

O livro está disponível desde já; frete para Brasil sera pago pela Editora Eucleia !!